Quinta, 29 de Julho de 2021
Saneamento
Com determinação de Azambuja, Sanesul investe em poços para enfrentar seca histórica
Imagem: Crédito: Divulgação/Sanesul
Publicado em 21/07/2021

A Sanesul tem acompanhado a situação das bacias do Rio Paraguai e do Rio Paraná e, nos últimos três anos, o Governo do Estado intensificou os investimentos na perfuração de novos poços, no aumento de preservação de água tratada e no controle de perdas.

A Companhia de saneamento vem trabalhando para aumentar a capacidade de produção de água para toda a população de MS. São cerca de 39 projetos de novos poços em várias cidades do Estado, muitos já concluídos e outros em processo de licitação ou contratação.

Amambai, Anastácio, Bataguassu, Chapadão do Sul, Eldorado, Guia Lopes, Naviraí, Juti, Itaquiraí e Alcinópolis são algumas das cidades beneficiadas.

“Todos os municípios atendidos pela Sanesul estão sendo monitorados e ações pontuais necessárias serão tomadas para que não falte água. A Sanesul está preparada e em alerta caso a situação se agrave”, comentou o diretor presidente Walter Carneiro Jr.

Além da escassez de chuva refletir em todos os setores da economia, como a safra de grãos, por exemplo, compromete também o volume de água de rios e poços. O alerta de emergência hídrica foi emitido pelo governo federal em conjunto com outros órgãos importantes como a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, e coloca em atenção os estados que compreendem a Bacia do Rio Paraná, devido a escassez ou pouco volume de chuvas nos últimos meses, e sem previsão de melhora para o período de junho até setembro.

A leitura que especialistas fazem é que a irregularidade das chuvas ameaça o abastecimento de água, impacta na agricultura e encarece a conta de energia.

"Temos feito uma campanha pedido para a população de Mato Grosso do Sul que faça o uso consciente da água, economizar para não faltar. O momento em que vivemos é atípico, porque a escassez de chuva começou antes do previsto. Essa seca não acontecia há décadas", alertou o dirigente da estatal em recente entrevista para uma teve local, e reforçou “o governo do estado por meio da Sanesul está fazendo investimentos para fornecer um produto de qualidade aos usuários, aumentando a captação de poços e a reservação”.

“Infelizmente estamos passando pela maior seca dos últimos cem anos, nunca tivemos os níveis dos rios tão baixos. A forte seca está sendo danosa para vários setores, principalmente no da agricultura e energia elétrica. A Sanesul continua fazendo os investimentos para ter mais poços e reservatórios, e garantir o abastecimento de água mesmo em tempos tão difíceis”, garante o governador Reinaldo Azambuja.

Estão em andamento investimentos previstos nos planos de investimentos municipais como ampliação de reservatórios, instalação de centros de bombeamento, setorização e melhoria nas redes de distribuição em diversas localidades.

Por: Assessoria de Imprensa
Comentários
veja também
Cidades em rede
Rede News Online 2011 - 2021 © Todos os direitos reservados