Pantanal: Deputados da ALEMS propõem audiência para solucionar queimadas

Por: Christiane Mesquita Foto: Wagner Guimarães

Pantanal: Deputados da ALEMS propõem audiência para solucionar queimadas
Gerson Claro reiterou que a Casa está comprometida em debater e encontrar soluções sobre o tema

Com 1.193 focos de incêndio de janeiro a primeira semana de junho, segundo dados do Programa Programa BDQueimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), as queimadas no Pantanal foram tema de debate na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS). Durante a sessão plenária desta terça-feira (11), os deputados estaduais abordaram e propuseram soluções para as queimadas que castigam a planície pantaneira. 

Zeca do PT abordou a proecupação com o tema 

 

O deputado Zeca do PT (PT) falou das notícias que mostram diariamente os incêndios no Pantanal. “Esta Casa tem que convocar uma audiência pública para que um grande trabalho sobre o tema seja feito, com o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul [Imasul], Governo do Estado, Governo Federal, Corpo de Bombeiros, prefeituras envolvidas e demais atores para buscar uma solução para um problema que terá seríssimas consequências. É preciso que esta Casa assuma esse debate”, frisou.

O deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Gerson Claro (PP), informu que a Casa de Leis está acompanhando a gravidade do tema. “O deputado Zeca do PT sempre comprometido e preocupado com o debate sobre o Meio Ambiente, por conta da seca e fogo no Pantanal. Esta Casa já emitiu expediente ao Imasul, ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis [Ibama], secretaria do Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros e solicitando inclusive a própria Comissão do Meio Ambiente sobre o que está sendo feito pelo Governo, para que traga para esta Casa estas respostas”, ponderou.

O deputado João Henrique (PL) também constatou que houve aumento de problemas ambientais em parte do território brasileiro. “Cumprimento pelo tema e constato, mais uma vez, que aumentaram as queimadas no Pantanal e o desmatamento na Amazônia”, considerou.

Lucas de Lima comentou audiência

 

O deputado Lucas de Lima (PDT), que já presidiu a Comissão do Meio Ambiente na Casa de Leis, lembrou resultado de audiência da época. “No outro mandato, eu era o presidente da Comissão de Meio Ambiente e o deputado Paulo Corrêa, presidente da Casa de Leis, realizamos uma audiência pública, no período de maior queimada de toda a história. O Governo do Estado adquiriu mais aeronaves na época, embarcações, e ainda aumentou a brigada de incêndio. Importantíssimo essa Casa de Leis fazer uma audiência”, disse.

Renato Câmara é presidente da Comissão do Meio Ambiente

 

O deputado e presidente da Comissão de Meio Ambiente, Renato Câmara (MDB), reforçou a importância do debate sobre o tema. “Temos conversado com o Imasul, e está programada uma explanação sobre o controle sustentável do fogo, a técnica mais antiga do mundo, que os próprios indígenas faziam, queremos os encaminhamentos que estão sendo feitos, pois as épocas das queimadas ainda estão por vir, e sabemos que clima e problemas climáticos estão piorando a seca, motivo do aumento das queimadas. Solicitamos as datas para que todos os deputados possam contribuir com ideias em relação a esse plano de controle”, informou.

O deputado Coronel David (PL) também considera que deve ser feita uma audiência sobre o tema na Assembleia Legislativa. “Quero participar da questão das queimadas no Pantanal e dizer que defendo a pauta do meio ambiente e julgo ser necessário essa casa chamar uma audiência pública para que possamos colaborar para a solução desse problema”, destacou.