Sexta, 18 de Janeiro de 2019
Dourados
Onze times definiram técnico para 2019 e Novo é unico orfão
via Redação MGS News em 27/12/2018
A temporada 2019 do futebol sul-mato-grossense começa 19 de janeiro com os primeiros jogos do Campeonato Estadual e os clubes estão na reta final de planejamento e contratações. Em relação aos técnicos, dos 12 participantes, dez tem nomes certos, o Águia Negra deve confirmar a permanência de Virgílio Ferreira e a única incógnita é o Novo FC, sem nenhuma informação relevante sobre o assunto.

No time de Rio Brilhante, manter Virgílio no comando do time parece ser o caminho. Sem o apoio financeiro que recebia da Prefeitura Municipal até alguns anos atrás, a diretoria trabalha com orçamento limitado e as palavras do presidente Iliê Vidal indicam essa escolha. "Certeza que vamos para o campeonato com pelo menos os recursos que tivemos esse ano. Se conseguirmos algo a mais poderemos trazer outros jogadores e Comissão Técnica, mas essa hipótese é cada vez mais difícil", afirmou dias atrás. Assim, Virgílio, que comandou o time em 2018, deve seguir no cargo. "Está quase certo", definiu o dirigente.

No caso do Novo, o fator financeiro também é o problema. A diretoria tem trabalhado quase que em segredo de estado para definir uma parceria ou acordo com investidores para disputar a competição. Questionado, o presidente Américo Ferreira se limita a dizer que detalhes da participação do clube no Estadual serão divulgados nos próximos dias. "Dia 27 [quinta-feira] vamos anunciar. Só posso falar após assinatura dos contratos", disse.

Confirmados

Entre os times que já tem treinadores certos, dois optaram por manter os nomes de 2018. Em Mundo Novo, Pedro Caçapa segue no comando do time que chegou à segunda fase e foi eliminado pelo Operário FC, que terminaria campeão, no último lance do jogo. No Comercial, Mário Tilico, depois de recuo na negociação e cogitar outros nomes, foi confirmado. Tilico também levou o Colorado à segunda fase e caiu com dois empates com o Corumbaense, beneficiado pela vantagem obtida na primeira fase.

Os dois times que garantiram acesso na Série B também seguem com os mesmos treinadores. O campeão Aquidauanense tem Mauro Marino comandando o time e a Serc, de Chapadão do Sul, Rodrigo Azevedo.

As mudanças começaram pelos finalistas de 2018. O campeão Operário FC trocou Celso Rodrigues por Arilson Costa, ex-jogador do Grêmio e Palmeiras, entre outros, que comandou o Aimoré-RS neste ano. O Corumbaense buscou Zé Humberto, ex-jogador do Santos e Athetico-PR, no Espirito Santo, onde foi campeão estadual pelo Atlético Itapemirim-ES e vice na Copa Verde.

Semifinalista, o Sete de Dourados também esbarra na limitação financeira na próxima temporada e deve ter um time com diversos jogadores do Sub-19 que disputarão a Copa São Paulo. Até por isso, Valdir Fortini, que já comanda o time, será mantido também no profissional. Outro time douradense na competição, o Operário AC terá José Rousseng Sousa, vindo do futebol catarinense, no banco.

Novidade também no ABC. Robson Mattos, técnico neste ano, será coordenador de futebol e Paulo Mulle, que estava no futebol paulista, foi apresentado. Novo treinador também no Costa Rica, com Glauber Costa assumindo o time.

Primeira rodada

O Campeonato Estadual começa nos dias 19 e 20 de janeiro com seis jogos. NO sábado jogam Aquidauanense e Operário AC, Sete de Dourados e Águia Negra, Comercial recebe a Serc e o ABC joga contra o Costa Rica. No domingo, o Novo joga contra o Urso e Operário FC e Corumbaense reeditam a decisão de 2018.

Por: Gazeta MS Por Rogério Vidmantas

Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados - 7 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0