Quarta, 19 de Dezembro de 2018
Campo Grande
Prefeitura vai gastar meio milhão com decoração do Natal na cidade
Imagem: ASSESSORIA
Publicado em 14/11/2018

A prefeitura de Campo Grande anunciou contrato de R$ 578,5 mil com empresa privada para instalação de decoração natalina por toda a cidade. Segundo o Correio do Estado apurou, lâmpadas e afins começar a ser exibidos nas vias públicas a partir do próximo dia 4 de dezembro.

Detalhes do contrato, firmado por meio de licitação em outubro e que terá duração de três meses, foram publicados na edição desta terça-feira (13) do Diário Oficial do município, com assinatura do secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudy Fiorese.

É um valor a mais que os R$ 456 mil já anunciados semana passada pela prefeitura para reformas na tradicional Cidade do Natal, na região leste, tradicional reduto de festejos do feriado religioso na cidade.

O valor investido em itens nesse ano é maior que o de 2017, quando o Executivo municipal gastou R$ 396 mil com decoração natalina.

Diferente dos anos anteriores no entanto, desta vez a prefeitura levará o tema natalino para vias em todas as regiões da Capital e não apenas no Centro, na Avenida Afonso Pena e Cidade do Natal.

Estão previstos itens decorativos como estrelas gigantes, árvores iluminadas e festões aramados (leia mais abaixo).

Os maiores enfeites serão instalados na sede da prefeitura e a própria Cidade do Natal. Nessa última, a árvore de Natal terá seis metros de altura e uma estrela em sua ponta com LED para projeção de imagens.

De acordo com o contrato assinado, a empresa responsável apagará as luzes em 6 de janeiro de 2019 e terá até o dia 27 do referido mês para retirar todas as decorações.

Cerca de 300 mil pessoas, segundo a prefeitura, visitaram a Cidade do Natal no ano passado, quando foi reaberta após reforma de R$ 369 mil. O local foi inaugurado em 2009, em parceria do município com o Governo do Estado e a entidade privada. Ficou fechado no fim da gestão de Alcides Bernal (PP) por falta de verba. Para este ano, o valor pago custeará limpeza, pintura das paredes e cobertura em vidro laminado. A empresa terá 60 dias para concluir os trabalhos a partir da emissão da primeira ordem de serviços.

Por: REDAÇÃO
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2018 © Todos os direitos reservados - 7 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0