Quarta, 21 de Novembro de 2018
Dourados
Lia toma posse no lugar de Denize e diz que atuará para a comunidade
Imagem: Vinicios Araújo
Publicado em 07/11/2018

A jornalista Lia Nogueira (PR) é a mais nova vereadora de Dourados. Na manhã desta quarta-feira ela tomou posse da vaga deixada por Denize Portollan (PR), que foi presa preventivamente na semana passada durante a Operação Pregão, deflagrada pelo Ministério Público Estadual para investigar supostas fraudes em processos licitatórios.

A assinatura da posse foi realizada no Plenarinho da Câmara e reuniu os vereadores Jânio Miguel (PR), Júnior Rodrigues (PR), Bebeto (PR) e a presidente da Casa de Leis, Daniela Hall (PSD). Lá estavam também familiares e conhecidos da nova parlamentar e colegas da imprensa que acompanharam a transição da cadeira.

Em entrevista ao Dourados News, Lia Nogueira falou sobre momento delicado vivido na Câmara com a prisão preventiva de Denize Portollan e ressaltou manter a identidade de “Bichão” durante a atuação política.

“É um momento delicado, mas eu cumpri todos os trâmites legais e fomos chamados. Ressalto que independentemente de ser um mandato curto que seja, nós vamos honrar esse compromisso com a população. Vamos buscar as demandas e fiscalizar as ações do executivo”, afirmou.

Ela que, é conhecida pelo temperamento polêmico na atuação jornalística, garantiu manter as características da profissional durante a atividade parlamentar.

“Vou trazer. Eu até brinco lá na rádio dizendo que eu sou o bichão e aqui vou procurar ser também. Aqui a gente precisa honrar a comunidade. Vou cobrar, vou manter a postura polêmica que sempre tive”, garantiu.

Bacharel em jornalismo e direito, Lia Nogueira também afirmou que, mesmo sendo da base aliada da prefeita Délia Razuk (PR), vai realizar um mandato independente.

“Nós vamos votar de acordo com as nossas convicções, conforme aquilo que o povo apontar que é necessidade”, afirmou.

Por fim, a vereadora afirmou que a prioridade dela vai ser trabalhar pela qualidade da saúde pública em Dourados. Ela também garantiu a militância em benefício público com necessidades especiais.

A presidente da Casa, a vereadora Daniela Hall, relatou que ontem (6) recebeu da própria Denize Portolan um pedido de afastamento de mandato durante 120 dias. Ela explicou que, segundo o regimento da Câmara, com o afastamento superior a 30 dias é preciso convocar o suplente.

Sobre a situação vivenciada por Denize Portollan, Daniela diz enxergar com cautela. “Ainda estamos em fase de investigação, ela está com uma prisão preventiva. Eu vejo com cautela, pois já tivemos várias operações onde depois os réus acabaram absolvidos. Agora é aguardar a Justiça”, disse.

Por: DOURADOSNEWS
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2018 © Todos os direitos reservados - 3 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0