Quarta, 21 de Novembro de 2018
ELEIÇÕES 2018
Em Paranaíba, governo Reinaldo Azambuja vai construir 200 casas
Imagem: ASSESSORIA
Publicado em 10/09/2018

Em Paranaíba, governo Reinaldo Azambuja vai construir 200 casas
Correndo contra o vento da crise nacional, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) está fazendo obras importantes em todas as cidades para melhorar a vida das pessoas. Em Paranaíba, na região do Bolsão, não é diferente. Somente na área de habitação serão construídas 200 casas.

Com a estagnação do programa Minha Casa, Minha Vida, o Governo Reinaldo Azambuja buscou soluções criativas para continuar a edificar e entregar casas à população. Enquanto no período 2010-2014 foram entregues cerca de 1,1 milhão de moradias em todo o Brasil, de 2015 a este ano foram entregues apenas 130 mil, o equivalente a 8%.

Mesmo assim, o governador vai concluir o primeiro mandato 2015-2018 com 26 mil novas casas em Mato Grosso do Sul. Isso só foi possível graças a novas soluções, como o programa Lote Urbanizado.

Candidato à reeleição, ele cumpriu agenda neste sábado (8) na cidade. Reinaldo concedeu entrevistas para prestar contas do que já foi feito e apresentar propostas para o segundo mandato e participou de reunião política.

Outros investimentos em Paranaíba garantem mais saúde para a população. O governo Reinaldo Azambuja investiu milhões para evitar falta d’água e universalizar a coleta e tratamento de esgoto. O valor, contando com as participações do governo federal e prefeitura, chega a R$ 30 milhões.

“É um investimento que político não gosta de fazer porque a tubulação fica enterrada e, muitas vezes, a estação de tratamento fica longe, mas a cada R$ 1 investido em esgotamento, são economizados R$ 5 em saúde”, explicou o governador.

Bonança

Para o prefeito Ronaldo Miziara, o futuro será ainda melhor para a cidade. “Paranaíba ficou muito tempo esquecida pelo Governo do Estado, até que Reinaldo Azambuja venceu a eleição e mudou isso. Na tempestade, ele conseguiu fazer muita coisa. As águas estão amansando e ele vai conseguir navegar para um Mato Grosso do Sul mais próspero”, disse, fazendo referência à crise econômica e financeira.

Por: REDAÇÃO
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2018 © Todos os direitos reservados - 4 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0