Domingo, 21 de Outubro de 2018
CAMPO GRANDE
Em nota, Assembleia diz que Casa não é alvo de operação do Gaeco
Imagem: ASSESSORIA
Publicado em 08/08/2018

Nota disponibilizada pela assessoria de imprensa da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul afirma que a Casa não é alvo da Operação Grãos de Ouro, desencadeada na manhã desta quarta-feira (8/8) em MS e outros seis Estados.

Pela manhã, a promotora de justiça Cristiane Mourão, que chefia a ação, esteve no local acompanhada de um funcionário da AL cedido ao gabinete do deputado estadual Paulo Corrêa.

No comunicado, a Assembleia também afirma que o parlamentar não está envolvido nas investigações.

“O fato ocorrido no prédio da Assembleia Legislativa, nesta manhã, decorre de mandado contra o servidor efetivo Marcos Antonio Silva de Souza, que não foi preso. A promotora de justiça Cristiane Mourão, acompanhada de Marcos Antonio, verificou - única e exclusivamente - a mesa do servidor, sem que nada tenha sido levado”, diz parte do texto.

Grãos de Ouro

A operação Grãos de Ouro cumpre mandados de prisão preventiva e busca e apreensão nesta quarta-feira em Mato Grosso do Sul e nos outros seis Estados, São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso.

Pelo menos 200 policiais militares estão mobilizados em apoio à operação.

Veja a nota na íntegra

Em razão das notícias veiculadas sobre operação "Grãos de Ouro" do Gaeco, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul tem a esclarecer que não é alvo da investigação e, igualmente, nenhum parlamentar.

O fato ocorrido no prédio da Assembleia Legislativa, nesta manhã, decorre de mandado contra o servidor efetivo Marcos Antonio Silva de Souza, que não foi preso. A promotora de justiça Cristiane Mourão, acompanhada de Marcos Antonio, verificou - única e exclusivamente - a mesa do servidor, sem que nada tenha sido levado.

O funcionário está cedido ao gabinete do deputado Paulo Corrêa, que - reforçamos - não é alvo de nenhuma investigação. A Assembleia Legislativa apoia as apurações e aguarda o total esclarecimento dos fatos.

Por: REDAÇÃO
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2018 © Todos os direitos reservados - 3 usuários online - Páginas visitadas hoje: 731