Sábado, 14 de Dezembro de 2019
INVESTIMENTO
Reinaldo autoriza construção da sede do DOF em Dourados
Imagem: Divulgação
Publicado em 21/11/2019

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), autorizou ontem (20), em Dourados, a construção da sede própria do DOF (Departamento de Operações de Fronteira). Atualmente o departamento funciona num prédio cedido por uma ONG (Organização Não Governamental).

O DOF é o grande responsável por combate a crimes transfronteiriços em MS, batendo recordes de apreensões de drogas. De janeiro a novembro de 2019, foram apreendidas 95 toneladas de maconha – mais do que em todo ano passado, quando foram 66 toneladas. Além disso, foram apreendidos neste ano 300 quilos de cocaína, mais de 550 veículos usados em contrabando e recuperados outros 200, que haviam sido furtados ou roubados.

Com o novo prédio, os policiais do DOF terão melhores condições para continuar o trabalho, segundo o diretor Tenente Coronel Marcos Paulo Gimenez. Destinado a atividades administrativas e operacionais, a sede, com 1.434,92 m² de área construída, será edificada em 24 meses. O terreno destinado a construção, com 14,7 mil m², foi doado pela prefeitura.

Reinaldo Azambuja também autorizou a doação de dois veículos para a guarda municipal de Dourados, além de receber as demandas das lideranças políticas de Dourados. Os pedidos foram em torno de pautas na área de infraestrutura e saúde.

“Todas as demandas que foram apresentadas foram estudadas pelos nossos secretários, aprovadas pelos vereadores, que são: a duplicação da Coronel Ponciano, com a construção de um viaduto, a duplicação da avenida que vai até o Indaiá, a Humberto Teixeira, o recapeamento de todo o quadrilátero. Foram várias as pautas e uma que é da saúde, solicitando o aumento do repasse para o nosso município porque o atendemos 33 cidades. O governador foi muito sensível a todas as reivindicações”, disse a prefeita Délia Razuk.



Participaram da agenda também os deputados estaduais Marçal Filho, Barbosinha, Londres Machado e Neno Razuk; os secretários de Estado Sérgio de Paula (Articulação Política), Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Jaime Verruck (Semagro), Maria Cecília Amendola da Motta (Educação), Geraldo Resende (Saúde) e Pedro Chaves (Relações Institucionais e Assuntos Estratégicos de Mato Grosso do Sul no Distrito Federal); e os adjuntos Flávio Cesar (Segov), C. Barbosa (Sejusp) e Luis Roberto (Seinfra).

Compareceram ainda o presidente da Câmara Municipal, Alan Aquino Guedes de Mendonça, e os vereadores Braz Melo, Elias Ishy de Mattos, Silas Zanata, Madson Roberto Pereira Valente, Jânio Colman Miguel, Cido Medeiros, Juarez do Esporte, Carlito do Gás, Bebeto, Junior Rodrigues, Maurício Roberto Lemes Soares, Romualdo Ramim, Daniela Weiler Wagner Hall, Pedro Pepa e Ideonor Machado.

A audiência contou também com a participação do procurador geral Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo, secretários municipais Maria Fátima Silveira de Alencar (Assistência Social), Weslei de Queiroz Santos (interino de Cultura), Upiran Jorge Gonçalves da Silva (Educação), Marise Aparecida Biachi Maciel (Obras Públicas), Adriano Benício Toneloto Galvão (Planejamento) e Berenice de Oliveira Machado Souza (Saúde). Compareceram ainda os diretores-presidentes da Sanesul, Walter Carneiro Junior; da Agehab, Maria do Carmo Avesani Lopes; do Detran, Luis Rocha e do DOF, Coronel Marcos Paulo; além do reitor da UEMS, Laércio Alves, entre outras autoridades.

Por: Da Redação
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados