Sábado, 14 de Dezembro de 2019
EM DOIS DIAS
Judô de MS iguala número de medalhas de 2018
Imagem: Divulgação
Publicado em 19/11/2019

Bastaram apenas dois dias de disputas na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), em Blumenau, Santa Catarina, para o judô de Mato Grosso do Sul igualar o número de medalhas conquistadas no ano passado, oito ao todo. A marca foi alcançada pelos judocas da faixa etária de 12 a 14 anos, nos tatames da Vila Germânica. A delegação sul-mato-grossense recebe apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Ontem (18), os alunos-atletas da arte marcial do “caminho suave” subiram quatro vezes ao pódio, faturando duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze. Um dia antes, os sul-mato-grossenses estrearam e já colocaram quatro medalhas no peito: três de bronze e uma de ouro.

O segundo dia de conquistas começou logo com a condecoração dourada. João Pedro de Andrade, do Colégio Raul Sans de Matos – Funlec, de Campo Grande, foi o responsável por obtê-la, na categoria meio-médio (até 53 kg). Para isso, teve de passar por Cauã Kiwada (SP), Guilherme Carvalho (RR), Mizael Bezerra (CE), Alisson Souza (SC) e Claudio Santana (MA).

O outro ouro veio com Manuela Santos de Souza, do Colégio Adventista de Dourados, pela pesado (acima de 64 kg). No caminho, a douradense encarou Dalimary Sousa (MG), Amanda Santos (BA), Amanda Christ (SC), Emilly Santos (PR e, na final, Maria Birino (MA).

Maria Julia Siqueira Moreira, do Colégio Raul Sans de Matos – Funlec, assegurou a medalha de prata na categoria médio (até 58 kg). Até chegar à decisão, a judoca passou por Ana Queiroz (AM), Luana Moraes (MT) e Kayllane Barbosa (RN). A final foi diante da brasiliense Bianca Reis, que terminou com o ouro.

O judoca Breno Dias Duarte, de Dourados, na pesado (acima de 64 kg), fechou o segundo dia dos JEJ Blumenau na modalidade com a medalha bronzeada. O aluno-atleta da Escola Estadual Castro Alves caiu na semifinal para o gaúcho Vitor Fagundes (RS) e precisou passar pela repescagem para atingir o terceiro lugar. O duelo que decidiu a medalha foi contra Enzo Machado (GO).

Com o total de medalhas faturadas, o Colégio Raul Sans de Matos – Funlec terminou os embates na faixa etária de 12 a 14 anos com a segunda colocação geral por instituições de ensino. Mato Grosso do Sul, inclusive, foi o único Estado com três escolas entre as 10 melhores do país na modalidade. A Escola Adventista de Dourados foi a sétima e o Serviço de Educação Integral (Sei), também da Cidade Modelo, ficou logo atrás, na oitava colocação.

Hoje (19), iniciam-se os duelos entre os atletas-estudantes de 15 a 17 anos nas categorias superligeiro, ligeiro, meio-leve e leve.

Por: Da Redação
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados