Segunda, 14 de Outubro de 2019
OPERAÇÃO PESTICIDA
Suspeitos de cometer fraudes no ‘Fome Zero’ simulavam a entrega de produtos a cooperativas
Imagem: Divulgação/PF
Publicado em 09/10/2019

De acordo com as novas informações da PF (Polícia Federal), os suspeitos de envolvimento com fraudes no programa do governo federal ‘Fome Zero’, em MS (Mato Grosso do Sul), simulavam a entrega de produtos a associações e cooperativas.

Eles conseguiam juntamente com a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a liberação de valores correspondentes à aquisição dessas mercadorias não entregues.

As ações de corrupção resultaram em investigações que levaram a PF e a CGU (Controladoria Geral da União) a deflagrarem nesta quarta-feira (9), a Operação Pesticida.
Conforme a superintendência da PF no Estado, o esquema conta com a participação e conivência de agentes públicos.

As investigações apontam cadastramentos no programa do governo federal em nomes de produtores que desconheciam o fato ou lastreados em propriedades rurais que não tinham capacidade produtiva.

Como mostrado anteriormente, são cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em Bodoquena, Campo Grande, Caracol, Corumbá, e Terenos, além da realização de oitivas simultâneas de seis testemunhas.

Também foram determinadas nove ordens de afastamento de funções públicas de agentes da Conab e do PAA em Corumbá.

Por: Guilherme Pires
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados