Segunda, 14 de Outubro de 2019
ECONOMIA
Indústria de MS tem saldo positivo de 2,7 mil postos de trabalho no ano
via Redação MGS News em 08/10/2019
De janeiro a agosto deste ano o setor industrial de Mato Grosso do Sul, que é composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, gerou um saldo positivo de 2.797 postos de trabalho, resultado de 40.797 contratações e 38 mil demissões, conforme levantamento realizado pelo Radar Industrial.

Ainda de acordo com os números do Radar, os principais responsáveis por esse bom desempenho são as indústrias de alimentos e bebidas (+1.246), construção (+781), química (+355), papel, papelão, editorial e gráfica (+258), extrativa mineral (+147), metalúrgica (+120) e produtos minerais não metálicos (+111).

Com esse saldo, o conjunto das atividades industriais em Mato Grosso do Sul encerrou agosto com 123.824 trabalhadores empregados, indicando elevação de 0,55% em relação ao mês anterior, quando o contingente ficou em 123.146 funcionários. Atualmente, a atividade industrial responde por 18,9% de todo o emprego formal existente em Mato Grosso do Sul, ficando atrás dos setores de serviços, que emprega 196.227 trabalhadores e tem participação equivalente a 30,0%, administração pública, com 133.910 empregados ou 20,5%, e comércio, com 128.194 empregados ou 19,6%.

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, revelou que em 49 municípios de Mato Grosso do Sul as atividades industriais registraram saldo positivo de contratação no período de janeiro a agosto de 2019.

Entre as cidades com saldo positivo de pelo menos 40 vagas destacaram-se Campo Grande (+820), Naviraí (+350), Itaquiraí (+241), Maracaju (+217), Dourados (+179), Coxim (+167), Sidrolândia (+155), Aparecida do Taboado (+152), São Gabriel do Oeste (+122), Chapadão do Sul (+109), Paraíso das Águas (+97), Corumbá (+71), Nova Andradina (+64), Angélica (+60), Terenos (+55), Eldorado (+54), Cassilândia (+51) e Anastácio (+49).

Por: Da Redação

Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados