Domingo, 22 de Setembro de 2019
Dourados
Délia destaca resgate do recurso durante sorteio de casas do Residencial Guassu
via Redação MGS News em 02/09/2019
O sorteio de 25 casas no Residencial Honório Almirão (antigo Residencial Guassu), para famílias em situação de extrema vulnerabilidade social, aconteceu na manhã desta sexta-feira (30) no auditório da Prefeitura de Dourados. A prefeita Délia Razuk acompanhou o início do processo e destacou o resgate do recurso das moradias, feito pela administração municipal.

“Tenho muito orgulho de ter trazido de volta para a comunidade essas casas. Dourados tinha perdido esse recurso e eu como prefeita busquei-o novamente e tenho que reconhecer também o trabalho das pessoas que nos ajudaram nessa recuperação, como o ex-ministro Carlos Marun e o governador Reinaldo Azambuja, além do trabalho da Agência Municipal de Habitação e equipe técnica, enfim várias pessoas contribuíram para este final feliz”, disse.

Délia ressaltou ainda que Dourados tem avançado no quesito de moradias e que a administração tem trabalhado no eixo do lote urbanizado e muito ainda se tem a fazer até o término de sua gestão.

O sorteio das 25 unidades habitacionais desvinculadas e remanescentes da migração do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para o Programa Minha Casa Minha Vida, foi acompanhado por instituições, entre estas a Câmara Municipal, representada pelo vereador Silas Zanata, representantes da comunidade e também transmitido ao vivo na página oficial da Prefeitura de Dourados. Foram sorteadas também 25 famílias para cadastro reserva do Residencial Guassu.

O diretor da Agehab, Carlos Augusto Pimentel, destacou que após o sorteio, equipe técnica realizará procedimentos de confirmação dos dados e das questões apresentadas pelas famílias como as ligadas a vulnerabilidade social e demais critérios.

Todas as famílias sorteadas como titulares serão convocadas para comparecer em reunião de esclarecimentos sobre o Programa e agendamento para comparecerem na Agência de Habitação com os documentos solicitados para a elaboração dos dossiês que serão encaminhados à Caixa Econômica Federal para análise e aprovação. Não preenchendo todas as vagas, serão convocados os reservas de cada grupo, obedecendo à ordem do sorteio.

Pimentel ressaltou que a prefeita e toda equipe têm trabalhado para aprimoramento do setor habitacional no município, dentro do lema “compromisso com as pessoas”.

Carla Machado Moura, 33 anos, foi uma das sorteadas. Ela destacou a emoção da conquista e disse que sustenta três filhos sozinha e que por diversas vezes precisa “escolher” as contas a pagar, já que dispor de R$ 500 para pagar aluguel dificulta no pagamento de todas as despesas. “Tem mês que corta a energia, outro a água e eu vou pagando conforme posso. Não é fácil. Hoje nem sei descrever o que representa ter ganhado essa casa para mim. Vou poder dar uma vida mais digna para meus filhos”, disse.

Para Gislaine Peres Rocha, a casa trará mais comodidade para toda a família, já que ela mora “de favor” em um espaço de salão, juntamente com o marido que é autônomo, dois filhos pequenos, a sogra e o cunhado com problemas de deficiência mental. “É muita felicidade, pensar que vamos ter uma moradia e agora não mais estar em um salão de favor. Tenho muito a agradecer por quem já me ajudou até aqui e hoje a administração, já que agora vamos poder ter mais tranqüilidade para sobreviver”, comentou.

Francieli Sozzi de Souza, 24, também comemorou ter sido sorteada com uma casa no residencial. Ela tem um bebê com quatro meses e conta que apenas o esposo trabalha como autônomo, no momento, e não pagar aluguel representará muito para a família. “Eu tenho problemas de saúde e um filho pequeno. No momento só meu esposo trabalha e temos dificuldades para nos manter. Minha avó nos ajuda a pagar o aluguel; agora, sem essa conta, estaremos muito mais tranqüilos para comprar as coisas no mercado e para casa, por exemplo,” apontou.

Por: Assecon

Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados