Domingo, 22 de Setembro de 2019
Dep Marçal Filho PSDB
Marçal fala sobre depressão e convida para lançamento de Frente Parlamentar
Imagem: ASSESSORIA
Publicado em 21/08/2019

Nesta quarta-feira (21) o deputado Marçal Filho (PSDB) usou a tribuna para falar sobre a importância da atenção à saúde mental. Isso, pois, na tarde de hoje às 14h30, no Plenarinho Deputado Nelito Câmara, será realizado o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio, cujo coordenador será Marçal.

“Ontem nós assistimos um homem sendo abatido pela Polícia Militar. Num contexto que, conforme a mídia, a única alternativa seria abatê-lo para que uma tragédia maior não viesse a acontecer. Esse sequestrador não tinha nenhum histórico de violência criminal, a família menciona a depressão como fator que poderia ter ocasionado isso”, exemplificou o deputado. Para ele, nada justifica colocar risco à vida de outras pessoas, mas é preciso agir contra a depressão enquanto doença. “Já tivemos jovens executando diversos inocentes. Com esse comportamento essas pessoas sabem que colocam risco à própria vida, e isso tem despertado em todos nós a necessidade de fazer algo em relação a essa situação”, afirmou.

O deputado destacou, ainda, casos de pessoas que se automutilam por terem algum transtorno mental. “Essas atitudes são resultado do desespero que provem de um transtorno mental que, se não diagnosticado e tratado, pode acabar em tragédia”, alertou o parlamentar.

Marçal destacou também a diferença entre depressão e sentimentos. “Tristeza e depressão são diferentes. Tristeza todos nós temos e pode passar. A depressão é algo sério que precisa de tratamento. A família e os amigos mais próximos podem ajudar, mas eles não podem ser julgados como culpados por existir uma doença como esta”, explicou.

Por fim, o deputado afirmou que na tarde de hoje, no lançamento da Frente Parlamentar, comparecerão inúmeros especialistas convidados e que o tema é importante também porque “a depressão incapacita pessoas no mundo todo, afastando diversas pessoas do trabalho”.



Por: Flávio Verão - jornalista
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados