Domingo, 22 de Setembro de 2019
CAMPO GRANDE
Murilo vai ao DNIT debater a manutenção de três BR's que cortam o MS
Imagem: ASSESSORIA
Publicado em 13/08/2019

Cumprindo agenda em Brasília, o governador em exercício, Murilo Zauith, conversou com o diretor-geral do Dnit, Antônio Leite dos Santos Filho, sobre a necessidade de manutenção de três rodovias federais em Mato Grosso do Sul, importantes para o deslocamento e para o escoamento da produção.

Murilo, que é secretário de Estado de Infraestrutura, vai ainda conversar com o coordenador da bancada federal, Nelsinho Trad, para conseguir emendas para garantir os investimentos nas BRs.

De acordo com o diretor, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte possui cerca de R$ 130 milhões para fazer a manutenção das BRs em Mato Grosso do Sul, mas precisará de mais R$ 90 milhões para conseguir atender as necessidades do Estado.

Murilo Zauith explicou que são prioritárias as manutenções da BR-262, entre Três Lagoas e Corumbá; da BR-265, entre Jardim e Porto Murtinho e da BR-463, em Dourados.

“O governo não consegue dentro do orçamento do Dnit alocar recursos para essas obras, que são alguns milhões de reais. Nós vamos falar com a bancada do estado, conversar com os nossos representantes para que eles possam através de emendas alocar recursos, para que o Dnit possa realmente atender nosso estado na 262, 265 e na 463”, disse o governador em exercício.

O diretor-presidente do Dnit afirmou que a reunião foi importante para alinhar as prioridades de investimento. “O Dnit tem procurado trabalhar com as bancadas até para termos melhores condições de orçamento para os próximos anos. A visita do governador [em exercício] aqui foi muito importante para gente porque ele está com o mesmo pensamento que nós. Já tivemos algumas reuniões com a bancada e estamos visualizando, por exemplo, quais são os empreendimentos que nós teremos para os próximos anos, onde seriam muito bem-vindos os recursos de bancada por já ter projeto adiantado e condição de execução de imediato. Então, acho que é um trabalho conjunto que devemos ter bons frutos”, declarou.

Por: REDAÇÃO
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados