Segunda, 19 de Agosto de 2019
CAMPO GRANDE
SES aumenta em R$ 500 mil repasse a hospital para ampliar atendimentos de radioterapia
via Redação MGS News em 02/08/2019
A Secretaria de Estado de Saúde (SES) tem adotado diversas medidas para ampliar e reorganizar o atendimento oncológico em Mato Grosso do Sul. Diante da necessidade iminente dos pacientes em realizar a complementação de seus tratamentos oncológicos com a radioterapia, a SES vai ampliar em R$ 500 mil o repasse ao Hospital do Câncer Alfredo Abrão para aumentar o número de atendimentos com o acelerador linear.

Parte desse valor, R$ 250 mil, era destinada à Santa Casa, que terceirizava o serviço de radioterapia com a clínica Radius. No entanto, os tratamentos foram interrompidos por causa de impasses por atraso de pagamento entre a Radius e a Santa Casa.

Os outros R$ 250 mil seriam encaminhados ao Hospital do Trauma, mas, com dificuldades de ampliar o atendimento de alta complexidade de forma repentina, o hospital abriu mão do aporte.

"Com esse recurso (R$ 500 mil) é possível aumentar os atendimentos na unidade. Estamos tentando solucionar os entraves que surgem para que os pacientes não fiquem desamparados. Isso é o principal", disse o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

Além do repasse de R$ 500 mil, sem muitas opções para atender a demanda oncológica do Estado e visando celeridade no processo, a SES solicitou às unidades habilitadas que ofertem o serviço via contratação com a clínica Radius, para que a população não fique desamparada.

O Hospital do Câncer Alfredo Abrão, durante tratativa com a Defensoria Pública do Estado, no dia 26 de julho, se prontificou a contratar a Radius. Sendo assim, Hospital do Câncer e a clínica Radius devem firmar convênio ainda no mês de agosto. O financiamento dos serviços de radioterapia será feito pelo Governo do Estado.

As tratativas da SES visam atender as necessidades da rede até que o plano de expansão da radioterapia seja concluído. Como parte desse plano, foram viabilizados, junto ao Ministério da Saúde, dois aparelhos de radioterapia que funcionarão no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian e no Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian, que irão atender exclusivamente pelo SUS.

A obra do bunker (sala onde é instalado o acelerador linear) no Hospital Universitário está programada para ser entregue em dezembro deste ano e a oferta de serviços deve começar em 2020.

A expectativa inicial de atendimentos na radioterapia do HU é de 50 pacientes por dia, além de 50 novos pacientes por mês. A quantidade pode ser ampliada conforme pactuação com o Governo do Estado ou ainda de acordo com a possibilidade da instituição.

Nessa semana, o secretário visitou a obra do bunker no Hospital Universitário. "Com a entrega dessa radioterapia estamos colocando em ação o plano de expansão que tem por objetivo desafogar a espera dos pacientes", disse.

Até que esses locais, Hospital Universitário e Hospital do Câncer, estejam prontos, em funcionamento, ainda será necessário manter o contrato com empresas privadas, como a Radius.

Entre as medidas adotadas pela Secretaria para beneficiar os pacientes está, além da ampliação da oferta de radioterapia no Hospital do Câncer Alfredo Abrão, a isenção do ICMS do aparelho que funciona em Dourados. Com o valor do imposto que seria pago ao Estado, o hospital será "obrigado" a oferecer o montante em serviço de radioterapia, o que amplia os atendimentos.

Por: REDAÇÃO

Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados