Sábado, 20 de Julho de 2019
CAMPO GRANDE
Jovem jornalista morre após ser internada em SP para tratar doença rara
Imagem: ASSESSORIA
Publicado em 24/06/2019

Acometida pela anemia falciforme, doença passada dos pais para os filhos, a jovem jornalista Letícia Alves, de 23 anos, morreu na tarde de ontem (23), em São Paulo. Ela era moradora de Campo Grande, estava a passeio na Capital paulista, quando foi intenada no domingo anterior (16), no Hospital Adventista de São Paulo, após ter uma crise. Durante período no hospital Letícia teria contraído pneumonia no hospital, o que conforme laudo médico, agravou o quadro da jovem, que no sábado (22), teve que retornar à Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Letícia trabalhava na como produtora em dois programas na TV MS Record, em Campo Grande. A família pede doações para ajudar no translado do corpo, no deslocamento da mãe da jovem, que estava na capital paulista acompanhando o tratamento da filha, e também em gastos funerários.

A anemia falciforme, do 'latim falci-, foice e -forme, formato de', é uma doença hematológica hereditáriamonogénica, caracterizada pela produção anormal de hemoglobinas, entre as quais a mais comum é a forma HbS (de Sickle, foice), que sob determinadas condições de desoxigenação, polimeriza, deformando as hemácias, que assumem uma forma semelhante a foices, causando deficiência no transporte de oxigénio e gás carbónico e outras complicações, nos indivíduos acometidos pela doença. É considerada uma doença rara, A única cura para a anemia falciforme é o transplante de medula óssea.

Este tratamento, no entanto, foi realizado em um número relativamente grande de pacientes ao redor do mundo, com maior taxa de sucesso entre crianças. Ainda é necessário um número maior de estudos e a determinação de características clínicas que permitam indicar o transplante com maior segurança. Alguns trabalhos experimentais tem sido feitos com terapia gênica.

Em nota, a TVMS Record disse prestar condolências à família. “A TV MS Record está entristecida com a morte da jornalista e amiga Letícia Alves, de 23 anos, carinhosamente chamada pelos colegas e amigos de Lelê. Iniciou a carreira na emissora como estagiária e pelo seu excelente desempenho foi contratada para integrar a equipe de produção dos programas Balanço Geral e Cidade Alerta. Letícia sempre se destacou na redação pela alegria, energia positiva e profissionalismo. A Rede MS está em luto e à disposição da família neste momento tão difícil. Nossas condolências à família e aos amigos”, trouxe a declaração.

Quem tiver interesse em ajudar poderá depositar qualquer quantia na conta: Agência 5247-7, Conta Corrente 0135474-4, Bradesco, em nome de Alyne Louise Borsato Pereira.

Ainda não há informações sobre onde e quando ocorrerá o velório e o sepultamento.

Por: REDAÇÃO
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados - 1 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0