Domingo, 22 de Setembro de 2019
CAMPO GRANDE
Empreendedorismo Feminino
Imagem: ASSESSORIA
Publicado em 10/06/2019

No sábado 08 de junho em Campo Grande, aconteceu um Ciclo de Palestras sobre Empreendedorismo Feminino, o evento começou as 14 horase se estendeu até as 18 e 30. Realizado no (Jera) pelo Mulher + o ciclo de palestras contou com a participação de varias mulheres empreendedoras aqui de Campo Grande que estão fazendo a diferença no mundo dos negócios.
AdianeMitidieroMultiempreendedora e Idealizadora do Mulher + fez a abertura do evento, com o tema “ Como conciliar trabalho e família e se sentir realizada”, ela contou um pouco da sua história, suas experiências profissionais e do medo que sentiu quando teve que contar a seu chefe que estava gravida em meio a grandes projetos que havia acabado de assumir profissionalmente. Infelizmente essa a realidade das mulheres na atualidade, são vistas como problema profissional quando o assunto é gravides, filhos e afazeres domésticos. Segundo Adiane para conseguir ser uma empreendedora é preciso:
•Planejamento (organização)
• Anjo (alguém que te ajude)
• Madrinha (quem você possa confiar)
• Mentor (profissional para orientação)
• Atitude (você precisa agir tirar do papel)
• Rede (colaboração)
AdianeMitidieroMultiempreendedora e Idealizadora do Mulher +
“Nós somos as experiências que vivemos”
O Ciclo de Palestras mostrou para as mulheres presentes que elas também são capazes de mudar sua realidade, conquistar a tão sonhada independência financeira, mas também mostrou como isso pode ser feito, deu dicas muito interessantes de como começar, vender,divulgar, cuidar da parte burocrática e da financeira até como contratar funcionários, ou seja, um passo a passo de como ser empreendedora.
A jovem empreendedora Tayane Salgadode 25 anos da Alcalina Store chinelos quadrados, contou como as palestras agregaram valor ao seu trabalho:
“O ciclo de palestras sobre empreendedorismo feminino foi maravilhoso! Abriu a minha mente sobre vendas, como contratar alguém, marketing de conteúdo nas redes sociais. Isso gerou um grande impacto na minha vida pessoal, pois eram assuntos novos para o meu dia-a-dia. Também no meu ramo de calçados, no caso da minha pequena empresa Alcalina Store que vendo chinelos quadrados. Pois, entendi a real necessidade de ter alguém cuidando da minha empresa, além de mim como advogados da área de e-commerce e de lojas físicas para realmente sair do Home Office para algo da rua. Também vi a importância de um contabilista, para cuidar das finanças e não extrapolar nos gastos pessoais. E o que mais me impactou foi a palestra que nós mulheres podemos equilibrar a nossa família com o trabalho de empreendedora que temos. Isso foi fundamental! Tanto que precisamos estar em primeiro lugar antes de qualquer negócio. Precisamos nos cuidar, valorizar e nos amar para que possamos fazer tudo com excelência.”
Palestras Ministradas:
•AdianeMitidieroMultiempreendedora e idealizadora do Mulher+
Abertura (Como conciliar trabalho e família e se sentir realizada)
•Ellen Lorenço Empreendedora Palestrante e CEO do projeto Mulheres que Brilham Hoje (Conheça seu cliente e aumente suas vendas)
•Beatriz Branco Empreendedora do Angí e Global Designer com especializações no exterior ( Como fazer marketing para sua empresa)
•Janine Delgado Advogada, Palestrante e Presidente da Comissão da Jovem Advocacia da OAB/MS (A forma legal para sua empresa não ter problemas)
•JozianePaganini Empreendedora na Agencia ZuzuLab e Especialista em Comunicação e Marketing de Moda no exterior (Como usar o universo digital para seu negócio)
•Adriana Pauta Empresaria da Ello Contabilidade, Tesoureira da BPW e Consultoria Financeira (Aprenda a gerir o seu dinheiro para alavancar o seu negocio)
•Tathyanne de Almeida Gerente para pessoas no Digix, psicóloga e Coach com mais de 10 anos de experiência em RH (Como encontrar o talento certo para sua empresa)
• Naomi kerkhoff Gimenes StrategicPartnerships B2B atDinneer
Fechamento (Startups e case do Dinneer)
Mulheres de Negocio
A cada ano a participação das mulheres brasileiras no mercado de negócios aumenta consideravelmente, o mundo feminino esta colaborando muito para a economia do país. Com a oportunidade de trabalhar com horários flexíveis e estar mais próxima da família as mulheres estão buscando o empreendedorismo como uma forma profissional e mais acessível conciliando vida pessoal com trabalho. O universo feminino acaba sendo mais multitarefas que o masculino, a maioria das mulheres trabalham fora, cuidam dos filhos e dos afazeres domésticos, então ficam reféns do estress e da falta de tempo para cuidarem de si mesmas. Com necessidade de buscarem uma renda extra ou até mesmo ser autônomas as mulheres estão saindo na frente quando o assunto é a abertura de novos empreendimentos, segundo a pesquisa GEM Brasil 2015(Global Entrepreneurship Monitor).
De acordo com relatório divulgado pelo Serviço de Apoio ás Micro e Pequenas Empresas do Espirito Santo em 2017/2018, a porcentagem das mulheres empreendedoras que são chefes de domicilio passou de 38% para 45%. Segundo o relatório o percentual dos homens como principal renda familiar caiu de 49% para 41% nos últimos anos. A pesquisa também mostrou que as mulheres empreendedoras são mais jovens e tem 16% a maisescolaridade que os homens, porem, estão ganhando 22% a menos. Em 2018 o rendimento mensal médio masculino foi de 2.344 R$ e o das mulheres 1.831R$ segundo o IBGE.

Anielle Laquanette



Por: Anielle Laquanette
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados