Quinta, 27 de Junho de 2019
CAMPO GRANDE
Fechada há 13 anos, Casa do Homem Pantaneiro será revitalizada
Imagem: ASSESSORIA
Publicado em 21/05/2019

Capital
21/05/2019 11:25
Fechada há 13 anos, Casa do Homem Pantaneiro será revitalizada
A construção avarandada segue a arquitetura de sede de fazenda, com janelas de madeira e gradil
Aline dos Santos
Imprimir Enviar por E-mail
Obra da Casa do Homem Pantaneiro foi lançada e, 2006. (Foto: Marina Pacheco)
Obra da Casa do Homem Pantaneiro foi lançada e, 2006. (Foto: Marina Pacheco)
Imponente e abandonada, a Casa do Homem Pantaneiro vai ser revitalizada no pacote de obras que inclui o desassoreamento do lago do Parque das Nações Indígenas e drenagem do córrego Reveilleau. O convênio será assinado na quinta-feira (dia 23), na Governadoria, em Campo Grande.Vizinha ao Aquário do Pantanal, no Parque das Nações, a Casa do Homem Pantaneiro é um projeto de 13 anos que até então só fez acumular pichações e foco de mosquito da dengue. A construção avarandada segue a arquitetura de sede de fazenda, com janelas de madeira e gradil.

O espaço foi idealizado para promover a e resgatar a cultura pantaneira, expondo trabalhos de arte, cultura, ciência e tecnologia. O projeto, lançado em 2006 pelo então governador Zeca do PT, levava o nome de Casa do Pantanal e com custo de R$ 684 mil.

O local seria administrado pela Fundação Manoel de Barros, que no ano de 2015 cedeu o imóvel para o governo do Estado. Com a mudança, o espaço foi repassado, à época, para a Secretaria de Cultura, com a previsão de abrir as portas em maio de 2016.

Atualmente, está sob administração do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). Em janeiro deste ano, o Campo Grande News mostrou que os vizinhos Mato Grosso e Goiás utilizam os parques públicos em parceria com a iniciativa privada.

Lagos - A revitalização do Parque das Nações Indígenas, com área de 119 de hectares, inclui ações para desassorear o lago principal, formado pelas águas do córrego Prosa, e tomado por banco de areia. Com estimativa de R$ 8 milhões, a obra começa em junho. A previsão é retirar 140 mil metros cúbicos de areia.

Por: Aline dos Santos
Comentários
coluna Radar
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados - 1 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0