Domingo, 18 de Agosto de 2019
CAMPO GRANDE
Policial Civil de MS preso curtindo férias em SC é afastado do cargo pela Corregedoria
Imagem: ASSESSORIA
Publicado em 14/05/2019

O investigador de Polícia Civil de Mato Grosso do Sul Sérgio Adriano Moraes Trindade foi afastado do cargo pela Corregedora-Geral do órgão. A decisão foi publicada na edição desta terça-feira (14) do Diário Oficial do Estado.

Sérgio Trindade foi preso na quinta-feira (8) na cidade de Coronel de Freitas, em Santa Catarina. Ele é investigado por diversas ocorrências e uma tentativa de homicídio em Coronel Sapucaia, em dezembro de 2017. Também pesa contra ele envolvimento em um crime cometido no Rio Grande do Sul.

O investigador era lotado em Coronel Sapucaia e atualmente trabalhava na delegacia de Polícia Civil de Água Clara, a 198 km de Campo Grande.

A Corregedoria da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul informou que passou a investigar Sérgio após ele tentar matar um homem que estava dentro de uma caminhonete. A vítima seria ex da atual namorada do policial. Na data dos fatos, o policial teria usado um carro com placas do Paraguai, quando perseguiu e alvejou a caminhonete.

O policial estava sendo monitorado há cerca de 15 dias por duas equipes da Corregedoria, quando tiveram a informação que ele estaria em Coronel de Freitas, à passeio. O mandado de prisão foi cumprido com o apoio da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Sérgio foi encaminhado para a cidade de Chapecó (SC).Atualmente, ele está preso preventivamente na 3ª Delegacia de Polícia de Campo Grande, sendo alvo de inquérito policial e processo administrativo pela Corregedoria.

Conforme a portaria publicada nesta terça, Sérgio Trindade está afastado compulsoriamente de suas funções na Polícia Civil até o fim da medida imposta pela Justiça, devendo ser recolhida arma, carteira funcional e demais pertences do patrimônio público, além de suspensão de suas senhas e login de acesso aos bancos de dados da instituição.

Por: Richelieu Pereira
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados