Sexta, 19 de Julho de 2019
Campo Grande
Conheça o Rhema no Sistema Prisional, iniciativa que tem regenerado presidiários em Campo Grande
Imagem: Assessoria
Publicado em 09/03/2019

A igreja Verbo da Vida de Campo Grande desenvolve desde 2014 o projeto “Crescer” que foi criado pelo então presidente da Igreja da época Josimar Lima do Nascimento. A princípio era realizado no Presídio Militar como afirma o Pastor Agnaldo Andrade Lima, “O Crescer é um projeto da nossa Igreja em que levamos a palavra da Fé para grupos específicos, Centros de Recuperação, Casa de Apoio, presídios, Empresas e várias Igrejas parceiras.”

Em 2015, o projeto estendeu-se ao Presídio Feminino, mas o desejo era trazer o Centro de Treinamento Bíblico Rhema para o Sistema Prisional no Mato Grosso do Sul e implantá-lo no Presídio de Segurança Máxima e os organizadores começaram a orar a respeito.

Em 2017 “desenvolvemos o projeto do Rhema para o Sistema Prisional do MS e fomos conversar com presidente da Agepen/MS onde passei a proposta do Rhema para ele. Pouco tempo depois tive a oportunidade de encontrar-me com a Vice-governadora do Estado do MS da época, Rose Modesto, conversei com ela sobre o projeto e ela amou e disse ‘Queremos o Rhema em algum Presídio do MS eu mesmo vou falar com o Presidente do Agepen.’

Logo em seguida a diretoria da Agepen/MS nos ligou dizendo “queremos o Rhema em algum Presídio da Capital” ficou decidido após uma reunião que o presídio no qual teríamos o Rhema seria o Presídio de Segurança Máxima conforme tínhamos declarado em oração.

Após isso a Agepen/MS “solicitou ao Ministério através de uma carta a implantação do Rhema no Sistema Prisional no Presídio de Segurança Máxima do MS. O Ministério prontamente aprovou” Explica o diretor do Rhema no Sistema Prisional Campo Grande e pastor auxiliar da Igreja Verbo da Vida Agnaldo Andrade.

A turma inicial em dezembro de 2018 contou com 20 alunos sendo que 7 deles concluíram o primeiro ano do Centro de Treinamento Bíblico Rhema. Muitos desses detentos que seguiram firmes nos estudos tiveram sua saída para o semiaberto aceleradas como afirma o detento Saulo João Barbosa de Oliveira.

“Eu sou ex-integrante de uma organização e eu estava com a vida completamente destruída. Tenho muito anos de condenação já estou a 5 anos preso. E quando essa palavra entrou na minha vida que eu aprendi, paulatinamente fui crescendo. Essa palavra foi mudando minha vida, diminuíram 6 anos de prisão no regime fechado, a minha família foi reconstruída e abençoada novamente, voltei a ter comunhão com meus familiares e eu só tenho a agradecer.”

Em fevereiro deste ano começou uma nova turma com o Curso Preparatório Rhema no Presídio Centro de Triagem Anízio Lima com 33 alunos e a partir do segundo semestre inicia-se o Primeiro Ano do Rhema.

O Rhema no Sistema Prisional de Campo Grande/MS recebeu autorização prévia por parte da Sede do Rhema nos EUA para execução do mesmo. Isso permite aos estudantes do curso receberem ao fim de 2 anos um Diploma que valerá também nos EUA, o que possibilita o futuro envio de missionários ex-detentos para outras nações, logo após cursarem a Escola de Missões Rhema em Campina Grande/PB.

Por: Eliane Mariz e Jeferson Bezerra
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados - 1 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0