Terça, 18 de Junho de 2019
Dourados
UTIs do Hospital da Vida salvaram 705 pessoas em 2018 e tornam-se referência nacional
Imagem: FROTA
Publicado em 05/03/2019

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Vida de Dourados salvou 705 pessoas em 2018 e tornou-se referência nacional pela qualidade dos serviços prestados aos pacientes.

No sábado, 23, os líderes das oito unidades da empresa Intensicare, que administra as UTIs do Hospital da Vida, participaram de um encontro anual de alinhamento estratégico em Goiânia, onde o Hospital administrado pela Prefeitura de Dourados conseguiu apresentar excelentes resultados no salvamento de vidas e na redução no tempo de internação.

Durante o encontro da Intensicare os diretores e o CEO da empresa fizeram um balanço da atuação da organização em 2018 e discutiram os desafios para 2019 e sobre as estratégias de diferenciação no salvamento de vidas.

As UTIs do Hospital da Vida foram terceirizadas para a Intensicare em junho de 2016 e desde esta época já salvou mais de 2.200 vidas com um índice de satisfação dos pacientes e familiares acima de 90%.

O contrato para a gestão dos vinte leitos de UTI entre a Prefeitura de Dourados e a empresa Intensicare foi firmado após processo licitatório e funciona graças a uma grande parceria entre a Prefeitura através da Funsaud oferecendo atendimento de média e alta complexidade a pacientes de 33 municípios da região da Grande Dourados através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Toda a equipe que trabalha na UTI, incluindo médicos e demais profissionais, é gerida pela Intesicare, que também é responsável pelos equipamentos, medicamentos e demais insumos utilizados no atendimento aos pacientes.


UTIs do Hospital da Vida se tornaram referência nacional, inclusive, na captação de órgãos para transplante – Arquivo/Assecom

Os leitos de UTI do Hospital da Vida ainda contam com a tecnologia de telemedicina com uso de equipamentos de videoconferência, sistema internacional de dados e robô teleguiado para acompanhar os pacientes.

Toda esta tecnologia é a resultou na redução da taxa de mortalidade e do tempo de permanência dos pacientes na UTI. Com isso Dourados consolida-se como referência regional no atendimento a pacientes de alta complexidade atendendo uma população de cerca de um milhão de habitantes de 33 municípios.

Por: assessoria
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados - 1 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0