Terça, 02 de Marco de 2021
CAMPO GRANDE MS
Indústria de alimentação de MS deve gerar mais de 1.000 empregos este ano
Imagem: ASSESORIA
Publicado em 19/01/2021

O aquecimento da indústria de alimentação de Mato Grosso do Sul, especialmente junto aos frigoríficos, vai gerar mais de 1.000 novos empregos diretos este ano. A estimativa é da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins de Mato Grosso do Sul – FTIAA/MS, que vê na reabertura de frigoríficos no Estado e a ampliação de outros, indícios de uma nova temporada de emprego e renda tão esperados para o setor.

“Acreditamos que 2021 será um ano especial em que não só recuperaremos empregos perdidos como também a geração de novas oportunidades”, afirma Vilson Gimenes Gregório, presidente da FTIAA/MS. Ele informou que o antigo frigorífico Beef Nobre, que fica atrás do JBS em Campo Grande, vai reabrir nos próximos dias com os serviços de abate e desossa. Em Terenos, o frigorífico que está fazendo apenas o abate vai entra a partir dos próximos dias com a desossa.

Vilson Gimenes informou também que outros projetos estão em andamento no interior de Mato Grosso do Sul. Ele acredita que o mercado consumidor interno e externo vão aquecer bastante o setor, exigindo a implantação e até instalação de novas unidades frigoríficas em todo o Estado.

“A FTIAMS está bastante otimista nesse início de 2021, acreditando que o quadro da conjuntura do país vai mudar e trazer novas oportunidades para nossos trabalhadores e trabalhadoras sem retiradas de direitos e estabilidade econômica para todos”, afirmou Gimenes.

Por: Vilson
Comentários
veja também
Cidades em rede
Rede News Online 2011 - 2021 © Todos os direitos reservados