Segunda, 25 de Janeiro de 2021
DOURADOS MS
Servidor municipal cedido tem cinco dias para voltar à origem e não perder cargo
Imagem: ASSESORIA
Publicado em 09/01/2021

Servidores municipais da Prefeitura de Dourados afastados ou cedidos têm cinco dias úteis para retornar aos órgãos de origem, sob pena da perda dos cargos. Isso é o que estabelece o Decreto nº 12, de 07 de janeiro de 2021, expedido pelo prefeito Alan Guedes (PP) na edição de sexta-feira (8) do Diário Oficial do Município.

A norma é direcionada aos servidores do Poder Executivo Municipal que estão afastados do respectivo órgão de lotação, à disposição de outros órgãos, bem como os cedidos, a qualquer título, a empresas públicas estaduais ou federais, entidades privadas, outros municípios, ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, ao Poder Legislativo Estadual ou Municipal e Poder Judiciário.

Foi estabelecido que esses trabalhadores deverão retornar ao seu órgão de origem e a não apresentação no prazo de cinco dias úteis caracterizará abandono de cargo. Contudo, o decreto não inclui servidores efetivos lotados em cargos de DGA1 ou DGA-2.

Caberá à Secretaria Municipal de Administração fiscalizar e controlar a efetiva aplicação da norma.

Essa iniciativa foi anunciada pelo chefe do Executivo em entrevista coletiva convocada na quarta-feira (8), quando revelou não haver dinheiro na prefeitura suficiente para quitar os salários de dezembro de 2020 do funcionalismo público municipal na sexta-feira, quinto dia útil de janeiro. Segundo Alan, a folha é de R$ 31 milhões e o caixa foi herdado com R$ 8

Por: André Bento
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2021 © Todos os direitos reservados