Sábado, 04 de Julho de 2020
Logística
Reinaldo comemora licitação de contorno rodoviário que vai ligar MS à Rota Bioceânica
Imagem: Divulgação
Publicado em 30/06/2020

O Ministério de Infraestrutura lançou por meio do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), o aviso de licitação para contratação de empresa que fará a elaboração do estudo e projeto para o contorno rodoviário em Porto Murtinho, com acesso à Ponte Internacional Brasil/Paraguai e o Centro Integrado de Controle de Fronteira.

A publicação representa passo importante para a implantação da Rota Bioceânica, como explica o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). “Dentro do acordo, o Brasil ficou responsável por fazer o acesso da rodovia BR 267 até a ponte e a licitação mostra comprometimento do país com a Rota Bioceânica. Estamos cumprindo a nossa parte”.

O processo licitatório será conduzido pela Superintendência Regional do Dnit em Mato Grosso do Sul. O superintendente Euro Nunes Varanis Junior explica que entre os benefícios diretos e imediatos da implantação do contorno e acesso são a redução dos custos com o frete e o transporte, trafegabilidade durante todas as estações do ano, melhoria da logística de escoamento de bens de consumo, redução no tempo de permanência do usuário na rodovia, melhoria nas condições de segurança e integração regional e internacional.

A contratação de empresa especializada inclui a Elaboração de Estudos e Projetos Básico e Executivo de Engenharia do Contorno Rodoviário Norte em Porto Murtinho com acesso à Ponte Internacional Brasil/Paraguai e instalações aduaneiras para o Centro Integrado de Controle de Fronteira na BR 267.

O governador Reinaldo Azambuja discutiu sobre o acesso para a ponte com a ministra Tereza Cristina (Agricultura e Pecuária) e o ministro Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) e a abertura de licitação, pelo Governo Federal, mostra o compromisso do Brasil com o governo paraguaio, que está executando o projeto da ponte e com a Rota Bioceânica.

“Mato Grosso do Sul é um dos grandes exportadores do Brasil, então, o objetivo de trazer esses embaixadores do sudeste asiático é conhecer a produção sul-mato-grossense, a escala industrial, principalmente a qualidade dos nossos produtos. Nós temos produtos industrializados da melhor qualidade, com sanidade, com controle, sem agredir o meio ambiente”, completou o governador Reinaldo Azambuja.

Por: Da Redação
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2020 © Todos os direitos reservados